Economia, Notícias gerais

Ford paralisa produção e concede férias coletivas; outras montadoras também usam do expediente para adequar a produção a redução nas vendas.

Ford paralisa produção e concede férias coletivas para 3 mil trabalhadores

seg, 13/02/2017 – 08:27
a
Jornal GGN – A montadora Ford decidiu conceder férias coletivas para cerca de 3 mil trabalhadores em sua fábrica em São Bernardo do Campo (SP), no ABC paulista. Com isso, os funcionários não irão trabalhar entre os dias 6 a 31 de março. A empresa disse que adotou a medida para ajustar o volume de produção à demanda do mercado.
a
Além disso, a Ford é a segunda montadora com mais operários em lay-off, que tem seus contratos de trabalhos suspensos, com 710 pessoas. O número corresponde a 18% de seus 4 mil funcionários, sendo que 450 estão afastados desde outubro e outros 260 desde janeiro do ano passado.
a
A empresa está concedendo férias coletivas para segunda vez em menos de dois meses. A última foi entre os dias 26 de dezembro e 6 de janeiro de 2017.
a
Também no ABC, a General Motors estendeu por 70 a manutenção de 751 operários no regime de lay-off em São Caetano do Sul (SP). O sindicato da categoria afirma que prazo do lay-off se encerrou na última quinta (9). A empresa também pretende abrir um Programa de Demissão Voluntária (PDV).
a
Cerca de 9,5 mil trabalhadores da fábrica de São Caetano entrarão em férias coletivas de 7 a 26 de março. Em São José dos Campos, 2,2 mil funcionários também terão férias coletivas, de um total de 5 mil trabalhadores.
a
O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região afirma que as férias foram provocadas pelo cancelamento da exportação de 15 mil veículos para o México, e diz que irá pedir uma audiência com os Ministérios da Indústria e Comércio e com o Itamaraty para discutir o tema.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén