Geral, Política

Em procura por um crime de Lula, Moro duplica denúncia contra Leo Pinheiro no caso triplex, mesmo com Lei que proíbe que um mesmo acusado seja objeto de dois processos diferentes numa mesma denúncia.

Moro não vê problema em duplicação de denúncia contra Leo Pinheiro no caso triplex

Foto: Lula Marques
a
Jornal GGN – Em despacho assinado em 12 de abril, o juiz Sergio Moro declarou que não vê objeção ao uso de uma condenação antiga contra Leo Pinheiro, ex-OAS, para embasar as denúncias envolvendo Lula e o triplex no Guarujá.
a
Numa ação de exceção de litispendência (que visava impedir a duplicação de uma ação, ou seja, que uma mesma denúncia e um mesmo acusado fossem objetos de dois processos diferentes), a defesa de Pinheiro apontou que ele já foi acusado e condenado, em primeira instância, por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo obras em duas refinarias (RNEST e REPAR). No caso, Moro entendeu que Pinheiro participou do esquema de pagamento de propina a agentes da Petrobras, como Paulo Roberto Costa.
a
No caso triplex, a Lava Jato diz que, em troca de três contratos com a Petrobras, incluindo essas mesmas obras das refinarias REPAR e RNEST, a OAS também entregou veladamente ao ex-presidente Lula a posse de um apartamento no litoral paulista, construído e reformado pela empreiteira.
a
“Não cabe, no presente momento, análise de mérito”, disse Moro sobre o que consta no processo do caso triplex contra Pinheiro. “Entretanto”, continua,”são condutas diferentes o pagamento de propinas a Diretor da Petrobrás e o suposto pagamento de vantagem indevida ao ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, ainda que eventualmente a origem dos acertos sejam os mesmos contratos na Petrobrás. Não há falar, portanto, em litispendência.”
a
O juiz ainda observou que caso Pinheiro venha a ser condenado no caso envolvendo Lula, “caberá avaliar eventual concurso de crimes para unificação das penas cominadas por concurso material, formal ou continuidade delitiva.
a
CALENDÁRIO DE DEPOIMENTOS
a
Leo Pinheiro tem encontro marcado com Moro na próxima quinta (20), às 14h. No mesmo dia, deverá depor também Agenor Franklin Magalhães Medeiros.
a
No dia 26, no mesmo horário, será a vez de Fábio Hori Yonamine, Paulo Gordilho e Roberto Moreira Ferreira, todos acusados de participação na reforma do triplex.
a
No dia 28, às 14h, será a vez de Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula. Na mesma ação, o petista é acusado de receber vantagens indevidas da OAS através de contrato para manutenção do acervo presidencial.
a
Lula, por fim, deverá depor no dia 3 de maio, também às 14h.
a

Comentários

imagem de Gonzales

Gonzales

Exceção …

          O estado de exceção é assim mesmo, inventa-se lei e pressupostos, ele, Moco, tem que condenar  Léo, para poder condenar Lula, já deu para entender que Moro vai condenar Léo no dia 20 para condenar Lula no dia 03, não tem jeito ou agente aceita o estado de exceção ou nós comecemos a não aceitar mais o que chamam de lei, pq não existe lei em um estado de exceção, em um estado de exceção só existe obediência.

imagem de João de Paiva

João de Paiva

O juiz criminoso em procura desesperada por um crime de Lula

Prezados,

A Fraude a Jato é uma ORCRIM institucional nojenta, deplorável, que supera em sadismo e em canalhice o judiciário alemão da época nazista. É inadmissível que procuradores do MPF, agentes e delegados a da PF, PGR, desembargadores do TRF4 e ministros de tribunais superiores ajam em tão desavergonhado conluio criminoso, visando aniquilar o PT, a Esquerda, sobretudo o Ex-Presidente Lula.

Sérgio Moro age como Torquemada; ele não é juiz, mas um agente político da direita oligárquica, plutocrática, escravocrata, cleptocrata, privatista e entreguista, com notória militância político-partidária (as fotos dele em cochichos sorridentes com Aécio Cunha num evento bajulatório patrocinado por uma revista sem qualquer credibilidade, financiada por milionária publicidade do governo golpista do ‘MT’, a subserviência com que tratou FHC e a hostilidade e perseguição em relação a Lula) o tornam mais do que suspeito para julgar o Ex-Presidente operário.

Fosse o Brasil um país sério, em que vigorasse o Estado de Direito Democrático, sérgio moro e procuradores do MPF, assim como o PGR e desembargadores do TRF4 é que estariam no banco dos réus. Esses criminosos de Estado agem de forma abusisva e persecutória em relação a Lula porque têm costas quentes e estão a soldo do alto comando internacional do golpe, com o apoio, omissão , cumplicidade e conivência das FFAA e outras forças do aparelho repressor do Estado.

sérgio moro vê o tempo passar, as carnes dele e dos aliados políticos em avançado estágio de putrefação, exalando odor de fossa, de esgôto e de carniça em dia de sol quente. Desesperado, o torquemada paranaense busca elementos para fundamentar a sentença condenatória de Lula, que os chefes dele, nos EUA, têm-lhe cobrado com freqüência cada vez maior. O conluio de sérgio  moro, PF, MPF, PGR, PJ e PIG/PPV está escancarado. Léo Pinheiro, da OAS, teve sua primeira proposta de delação anulada porque não disse o que a Fraude  a Jato desejava, ou seja, ele não incriminou Lula. O PGR e sérgio moro provocaram então um vazamento imbecil, envolvendo Dias Toffoli, para anular a delação de Léo Pinheiro. Nese interregno, o empresário foi ameaçado e torturado psicològicamente, de modo a dizer o que a Fraude a Jato deseja: dar um depoimento capaz de incriminar Lula.

Nem mesmo os depoimentos dos executivos e de donos da Odebrecht conseguiram apresentar qualquer prova de ilicitude que o Ex-Presidente Lula tenha cometido. Marcelo Odebrecht mentiu descaradamente, como qualquer análise que se faça com um software detector de mentiras pode provar; aliás, nem é preciso uso de programa de computador para constatar isso, pois os gaguejos, rateadas, confusões entre apenas dois nomes e falta de lógica  e verossimilhança da declarações mostram claramente que o depoimento foi forjado, uma fraude grosseira que advogados competentes conseguem desmontar cabalmente.

Ademais sérgio moro cometeu outro crime, ao vazar o depoimento de MO, em tempo real, para um blog de extrema direita, que é parceiro, aliado, porta-voz e bajulador de sérgio moro, o chamado Antagonista. O juiz da 13ª VJF do PR, na tentativa de apagar esse crime, tornou público o depoimento que, antes, deveria ser sigiloso. Se os tribunais superiores não estivessem acanalhados e irmanados com sérgio moro nos crimes e apoio ao golpe de Estado, não só suspenderiam o juiz de piso, como o processariam criminalmente.

O caráter fascista e de ORCRIM institucional da Fraude a Jato não pode mais ser escondido. O prazo de validade da república de Curitiba vai se exaurindo e eles estão desesperados, pois até agora não conseguiram entregar a cabeça de Lula, condenado, morto ou tornado inelegível. Prova contra o Ex-Presidente não surgiu nenhuma e as últimas pesquisas de intenção de voto apontam um crescimento consistente e continuado de Lula, enquanto os tucanos graúdos estão lançados na lama e na fossa. A ORCRIM da Fraude a Jato programa esse depoimento de Léo Pinheiro, Fábio Hori Yonamine, Paulo Gordilho, Roberto Moreira Ferreira e Paulo Okamoto para as vésperas do depoimento de Lula porque o PIG/PPV, assim como o alto comando internacional do golpe estão cobrando celeridade, para que Lula seja condenado e tornado inelegível.

O historialista elio Gaspari já deu um ultimato a sérgio moro: o torquemada tem de condenar Lula no mês de maio ou no máximo no mês de junho. Esse tipo de ultimato pode ser entendido como uma cobrança feita pelos chefes, que colocam  espada no pescoço do torquemada ou então como a prova de outro crime cometido por sérgio  moro, o de vazar para Elio Gaspari e outros aliados no PIG/PPV, o teor de uma sentença já escrita pelo juiz de piso, mas que não pode ser prolatada porque  Lula e os advogados ainda não foram ouvidos nem as defesas fizeram as alegações finais. Há precendente desse último caso, como por exemplo ocorreu em 25 de abril de 2015, quando sérgio moro vazou a sentença de condenação de José Dirceu para o jornal OESP; a sentença só seria prolatada em 23 de maio, 28 dias depois do vazamento.

Essa lista de Janot e Fachin é mais uma isca da Fraude a Jato, para tentar convencer as massas despolitizadas, manipuladas e manobradas segundo os interesses das classes dominantes, de que a operação midiático-policial-judicial tem alguma isenção e não faz distinção entre partidos. Ledo engano dos esquerdistas que estão se deixando levar por esse canto da sereia. Os tucanos enlameados e lançados na fossa e no esgôto NÃO serão julgados por juízes de piso e SEMPRE puderam, podem e poderão contar com o apoio dos aliados que têm na burocracia do Estado (polícias, MP e PJ). Eduardo Azeredo não ficou preso sequer um dia, apesar de formalmente ter sido condenado a 20 anos de prisão; ele recorre em liberdade e ganha seu dinheiro ocupando um cargo bem remunerado na FIEMG. Perto de outros tucanos desmascarados agora, Azeredo é um anjo. Neste ano Azeredo completa 70 anos e não mais poderá ser encarcerado. Mas a Lei que vale para o tucano mineiro não valeu para José Dirceu nem valerá para Lula. NENHUM tucano será achacado com processo que resulte em condenação e prisão.

Observem os leitores que toda a sanha persecutória do PIG/PPV e da Fraude a Jato visam manipular as massas e manobras os corações e mentes para aceitar a condenação de Lula. Embora as denúncias contra tucanos e peemedebistas, dentre eles toda a quadrilha comandada opor michel temer, sejam muito mais graves e acompanhadas de provas materiais e testemunhais irrefutáveis, as manchetes do PIG/PPV e o tempo dos rádio e telejornais é ocupado quase que exclusivamente para massacrar Lula, Dilma, o PT, os petistas e a Esquerda.

imagem de ALGOPI

ALGOPI

MOnstRO

Moro não vê nada que possa esclarecer as coisas.  O que ele quer é confundir.  Pego que foi numa perseguição sem crime, agora ele junta cacos de delações, pontas de enredo mal contado, procura nexo nas histórias contadas sob o chicote.   Talvez ele não tenha o talento de um Dias Gomes  ou de um Benedito Ruy Barbosa, mas parece que seu público não é muito exigente.  E contanto que o final seja feliz para Casa Grande tanto faz se a história é inverossimil…   Moro vai acabar na Zorra Total.    O Projac já teve roteiristas mais telentosos.

imagem de mauro silva 2

mauro silva 2

isso é crime

esse juiz e seus parceiros, no uso de suas atribuições funcionais, estão a cometer uma sucessão de crimes com objetivos políticos claros de impedir a candidatura de lula.

são crimes gravíssimos e não devem ser esquecidos, pelo contrário, devem ser exemplarmente punidos.

ninguém tem dúvida de que esse indivíduo condenará lula sem uma única prova; apenas ‘convicções’ fundadas em preconceitos de classe.

o uso de cargo no serviço público para vendetas pessoais é crime grave.

Comments are Closed

Theme by Anders Norén