PM amamenta bebê que chorava de fome na rua… viral

A foto de uma PM amamentando um bebê, que chorava de fome na rua, está viralizando nas redes sociais. (veja alerta baixo)

O caso aconteceu no último domingo, durante uma blitz em Belém do Pará.

A soldado Ana Maria Fernandes de Figueiredo estava na viatura de ronda quando viu um homem apressado, carregando um bebê recém-nascido, que estava chorando muito.

Os policiais pediram para falar com o homem. O lavador de carros, que estava sem documentos, explicou que a esposa havia saído para buscar dinheiro no local onde trabalhava e que o bebê estava com fome.

Como a criança de apenas 20 dias continuava chorando muito durante a abordagem policial, a PM Ana Maria – que tem um filho de 2 anos – ficou sensibilizada e se ofereceu para amamentar a bebê.

O pai e o sargento autorizaram e a criança, chamada Luiza, foi alimentada pela policial.

“A gente olha uma criança chorando, numa situação daquela. Temos que suprir as necessidades dela. Quando eu me dispus a amamentar, e o pai autorizou na hora, ele estava agoniado com o choro”, diz. “A gente pensa no nosso filho, mãe é mãe”, disse a PM.

Alerta

Que a policial fez uma boa ação, não resta dúvida, porém, médicos alertam que uma mulher só deve amamentar o filho de outra se tiver certeza que está bem de saúde e se não estiver estar tomando remédios, explica a pediatra Giselle Toscano, da Santa Casa do Pará.

“Porque a pessoa (que amamenta) pode ser portadora de alguma doença contagiosa, ou faça uso de alguma medicação que possa fazer mal ao bebê. Mas se a mulher tiver com a saúde em dia, é outra situação”, diz.

Mas e no caso dos bancos de leite?

“O leite doado à Santa Casa, por exemplo, vai para o Banco de Leite, é pasteurizado, passa por diversas etapas, até que é oferecido aos bebês”, explica a médica.

Viralizando

A foto da soldado amamentado a pequena Luiza está comovendo os internautas.

Postada na página da PM do Pará, a foto teve mais de 4,4 mil curtidas e quase mil comentários, alguns criticando e vários elogiando a atitude da policial.