Mais de um milhão de pessoas deixaram de ter plano de saúde, aponta levantamento

Foto: Darko Stojanovic/Pixabay
a
Jornal GGN – Números do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) mostram uma queda de 2,2% no mercado brasileiro de planos de saúde em maio, na comparação com o mês anterior.
a
A diminuição representa uma perda de cerca de 1 milhão de vínculos, reduzindo o total de benefícios de beneficiários de planos de saúde a 47,36 milhões. Os dados fazem parte da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB), elaborada pelo IESS.
a
O instituto aponta que a retração registrada nos planos de saúde está alinhada com a queda no total de postos de trabalho em abril, de 2,8%, segundo dados do Ministério do Trabalho. De acordo com o NAB, mais de 221 mil vínculos foram rompidos somente nos últimos três meses.
a
Luiz Augusto Carneiro, superintendente executivo do IESS, crê que não haverá uma recuperação dos vínculos perdidos nos planos de saúde enquanto o saldo de empregos no país não voltar a crescer. “Ainda não há indicação segura de que o mercado irá mudar a tendência e retomar o crescimento nos próximos meses”, analisa.
a
Planos odontológicos
a
Apesar da queda de beneficiários de planos médico-hospitalares, o número relacionado aos planos exclusivamente odontológicos cresceu, sendo que entre maio deste ano e o mesmo mês do ano passado, 1,6 milhão de novos vínculos foram firmados neste tipo de plano, uma alta de 7,7%.
a
“As famílias têm mais facilidade de acessar esse serviço, mesmo com a redução da renda média; enquanto as empresas, mesmo em um momento de crise econômica, enxergam nos planos exclusivamente odontológicos um benefício com custo mais acessível para oferecer aos seus colaboradores”, diz Carneiro.