Alta do combustível

Caminhoneiros protestam pelo terceiro dia consecutivo em MG

Na BR-381, em Igarapé, os motoristas enfrentam pelo cerca de 10 km de congestionamento em ambos os sentidos

Em Congonhas, os caminhoneiros protestam desde 4h30 de quarta-feira (2) sem parar
a
PUBLICADO EM 03/08/17 – 08h30
a

Contra a alta dos impostos sobre os combustíveis imposto pelo governo federal, os caminhoneiros protestam pelo terceiro dia seguido nas estradas que cortam Minas Gerais. Na manhã desta quinta-feira (3), duas rodovias registravam manifestações em três pontos diferentes.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Congonhas, na região Central de Minas, na altura do km 607 da BR-040, o protesto acontece desde a madrugada de quarta-feira (2). Já são mais de 28 horas de manifestação neste ponto da rodovia.

Além disso, a BR-381 também está parcialmente interditada na altura de Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a autopista Fernão Dias, que administra a rodovia, os motoristas enfrentam 12 km de lentidão no sentido São Paulo e 8 km no sentido BH.

Por volta das 9h, segundo a concessionária Via 040, teve início um protesto com interdição total de pistas no km 626 da BR-040, na altura de Conselheiro Lafaiete, também na região Central do Estado. Conforme a empresa, o fluxo foi completamente parado nos dois sentidos.

Na quarta, O TEMPO conversou com um dos líderes do protesto realizado em Sete Lagoas, Jobson Cequeira Santos, 36, caminhoneiro há mais de 15 anos. Ele argumentou que o aumento de R$ 0,46 por litro de diesel é abusivo. “Não vamos desistir. É um absurdo cobrar esse valor. Temos família, precisamos trabalhar. Os governantes precisam olhar por nós. Por isso, vamos continuar parando as rodovias”, disse.

Confira os pontos fechados e liberados pelos caminhoneiros:

Fechado para veículos de carga

– BR-040 Km 607, Congonhas

– BR-040 km 626, Conselheiro Lafaiete

– BR-381 Km 513, Igarapé

Liberado

– BR-262, Km 368, Juatuba (aconteceu até 5h)

– BR-381 Km 375, São Gonçalo do Rio Abaixo

– BR-040 Km 720, Barbacena

– BR-365 Km 480, Patrocínio

– BR-251 Km 504, Francisco Sá

– BR 040 Km 467, Sete Lagoas

Atualizada às 08h59

=======================================

Rodovias mineiras seguem tomadas por protestos dos caminhoneiros

Na região metropolitana de BH, em Ribeirão das Neves, os motoristas enfrentam mais de 15 km de congestionamento por conta do protesto; mais de 200 caminhoneiros estão participando do ato

a
PUBLICADO EM 02/08/17 – 08h00
a

Após uma noite de terça-feira repleta de manifestações nas estradas mineiras, chegando a oito pontos de interdição, os caminhoneiros voltaram a tomar conta das rodovias que cortam o Estado na manhã desta quarta-feira (2). Os atos contra o aumento de impostos sobre os combustíveis acontecem em três pontos da BR-040, nas BRs 251, 381, 365 e 262.

Na grande BH, em Ribeirão das Neves, os motoristas enfrentam mais de 15 km de retenção no sentido Belo Horizonte. Cerca de 200 caminhoneiros participam do ato.

Os caminhoneiros também protestam no km 511 da BR-040, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de BH. O ato teve início por volta das 5h30 e interdita completamente o trânsito para quem segue no sentido à capital mineira e apenas para caminhões no sentido Brasília.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os atos começaram ainda na madrugada, por volta das 4h30, tanto em Congonhas quanto em Sete Lagoas, ambas cidades da região Central de Minas. Na primeira cidade, o trânsito está totalmente interditado no sentido Belo Horizonte e parcialmente no sentido Rio de Janeiro.

Já em Sete Lagoas, a princípio a informação era de que o trânsito estava totalmente interditado no sentido Brasília, porém, desde as 7h a faixa da esquerda passou a ficar liberada para veículos de passeios, motocicletas e ônibus em ambos os sentidos da rodovia.

FOTO: PRF / DIVULGAÇÃO
protesto caminhoneiros
Os motoristas enfrentam lentidão na BR-040 também em Sete Lagoas

A BR-365, em Patrocínio, no Alto Paranaíba, estaria interditada no Km 480, segundo a PRF. A informação foi recebida pela corporação, que ainda se desloca ao local para verificar como está a situação. Também há protestos na BR-050, em Uberaba, no Triângulo; na BR-381, em João Monlevade, região Central do Estado; e na BR-262, em Juatuba.

Madrugada

Em Francisco Sá, no Norte do Estado, os manifestantes deram início aos protestos ainda durante o dia de terça-feira e continuaram interditando completamente a BR-251 durante toda a madrugada. A PRF de Montes Claros informou que os caminhoneiros estão na altura do km 504 e chegaram a liberar o trânsito em alguns momentos, mas continuam protestando na manhã desta quarta.

Uma outra manifestação chegou ao fim no fim desta madrugada também na BR-040, desta vez em Conselheiro Lafaiete, na altura do km 627. Os caminhoneiros liberaram totalmente a pista, ainda de acordo com a PRF, na altura de Conselheiro Lafaiete.

No fim da noite de terça, a BR 262, que estava fechada no km 413, em Igaratinga, também acabou liberada pelos manifestantes.

====================================

Protestos interditam principais rodovias de Minas pelo segundo dia

Há também bloqueio somente para veículos de carga nas BRs 040, na altura de Congonhas e Sete Lagoas, na região Central, e na 251, em Francisco Sá

a
PUBLICADO EM 02/08/17 – 16h04
a

A BR-381, na altura de Igarapé, na região metropolitana da capital, está totalmente interditada por causa de protesto dos caminhoneiros, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A categoria protesta contra o aumento do preço do combustível imposto pelo governo federal.

Ainda segundo a PRF, há bloqueio somente para veículos de carga nas BRs 040, na altura de Congonhas e Sete Lagoas, na região Central de Minas, e na 251, em Francisco Sá, na região Norte de Minas.

No início da tarde, a MG-010 também ficou bloqueada por causa de um protesto. A via chegou a ficar fechada para trânsito pesado por cerca de uma hora na altura da Cidade Administrativa.

Atualizada às 17h40