Xadrez sobre a falsificação de documentos na Lava Jato, por Luís Nassif

O livro-bomba sobre a Lava Jato, prometido pelo doleiro espanhol Tacla Duran, começa a dar frutos.

Tacla é o doleiro cuja declaração de renda comprovou pagamentos a Rosângela Moro, ao primeiro amigo Carlos Zucolotto e a Leonardo Santos Lima.

Alguns capítulos do livro ficaram por alguns dias no site de Tacla. No livro, ele diz que a delação da Odebrecht teve vários pontos de manipulação, com a montagem de documentos, provavelmente por pressão dos procuradores, atrás de qualquer tipo de prova contra Lula.

O juiz Sérgio Moro facultou apenas aos procuradores da Lava Jato o acesso ao banco de dados especial da Odebrecht. Aparentemente, os procuradores entram lá e pinçam apenas o que interessam.

Analistas foram atrás das dicas levantadas por Tacla e quase todas se confirmaram.

Mais que isso: há indícios de que alguns dos documentos foram montados.

Evidência 1 – extrato da Innovation tem somas erradas.

Evidência 2 – os extratos com erros são diferentes de outros extratos do mesmo banco apresentados em outras delações.

Evidência 3 – os extratos originais do banco apresentam números negativos com sinal -, ao contrário do extrato montado, em que eles aparecem em vermelho.

Evidência 4 – a formatação das datas de lançamento é totalmente diferente de outros documentos do banco, que seguem o padrão americano: Mês/Dia/Ano.

Evidência 5 – a formatação nas datas de lançamento é idêntica ao da planilha PAULISTINHA, preparada por Maria Lúcia Tavares, a responsável pelos lançamentos no Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht.

Evidência 6 – nos anexos da delação de Leandra A. Azevedo consta ordem de pagamento, com data de 28 de setembro de 2012, de US$ 1.000.000,00 da conta da Innovation para a Waterford Management Gourp Inc. Mas no extrato bancário supostamente montado, a transferência consta como saída de 27 de setembro de 2012, ou seja, antes da ordem de pagamento.

Agora, se coloca o juiz Sérgio Moro em situação complicada. Como pretende julgar o processo sem facultar o banco de dados da Odebrecht à defesa, para se identificar os documentos falsificados e os verdadeiros.

2017-09-19 23:26:48

 

Comentários

imagem de RFV

RFV

Evidência 1 – Data em Português

No extrato da “Evidência 1”, a data está  14/out/2016.  A abreviação em português de “outubro” é “out”, enquanto que em inglês a abreviação de “October” é “Oct”, com letra maíuscula.  Em inglês a palavra “October” não tem a letra “u”.

Ou seja, é mais um indício de que este documento não é o extrato original emitido pelo banco.

imagem de Fernando Garcia

Fernando Garcia

Nassif, Não sei se você

Nassif,

Não sei se você notou, mas tem uma data no padrão do Excel em português, no meio de outras em inglês no extrato do banco austríaco:

27-set-2012  Sell Euro 1,800,000.00 EURO (“set” = abreviação para setembro, com o “s” minúsculo e usando “t”, nas outras linhas usam “Sep” padrão inglês de abreviatura)

Acho que quando falsificaram, esqueceram de formatar.

Abraço

Nada complicado

Para Sérgio Moro nada é complicado.É como diz o personagem de Sylvester Stallone no filme “O Juiz”: – Eu nunca quebrei a lei. Eu sou a lei.

imagem de Roberto Amaral

Roberto Amaral

Dois péssimos

Diga-se, de passagem: dois péssimos atores esses que você mencionou!

Os operadores da Lava Jato

Ja sabiamos que os operadores da Lava Jato, incluindo o que se denomina juiz Sergio Moro, adotaram o velho proverbio maquiavélico “não importam os meios usados para se chegar ao seu fim”. E tudo tende a ficar circunscrito a poucos a quem essas informações chegarão. A imprensona não vai dar essa noticia, não saindo na Globo, o STF faz de conta que não viu nada e continuam com essa loucura processual em cima de Lula e demais. E agora que o Janot se foi, Temer, Padilha e demais quadrilheiros ja estão mais aliviados. Tudo terminara em cima do Lula se seus advogados não conseguirem, enfim, dar um xeque-mate nos farsantes de Curitiba.

imagem de fernando oliveira

fernando oliveira

A lava jato é como banco de

A lava jato é como banco de jogo de bicho: contra o PT, não perde uma.

imagem de j.marcelo

j.marcelo

Demorô do Lulão denunciar

Demorô do Lulão denunciar frontalmente e claramente este homem travestido de Juiz (ou agente da CIA?) LULA vai ser condenado mesmo,a lei de Moro é muito particular dele e todos deixam ele a vontade(ditos chefes STF,CNJ)então Lulão vc tá liberado para agir conforme suas leis tb,”sofra” do seu jeito,fale ao povão o q este “impoluto”lhe faz,ele é abusado,comunique-se e todos entenderemos,VAI PRA CIMA LULÃO CABRA BÃO!

Aonde a evidência 1 foi usada?

Alguém sabe identificar o processo que a PF, MP, Moro usou a evidência 1? E o n° da fl.?

imagem de Álvaro Noites

Álvaro Noites

Pontos e vírgulas

Uma coisa também me chamou a atenção: Os PONTOS e VIRGULAS nos números.

No padrão inglês/americano, descreve-se 1 milhão como:

1,000,000.00 – utiliza se o ponto para separar inteiro de fração e vírgulas para separar milhares

No padrão brasileiro:

1.000.000,00 – utiliza se o vírgula para separar inteiro de fração e pontos para separar milhares

Pois bem.

No comprovante em preto e branco temos alguns valores descritos:

-15,000.00

-4,000,000.00

-45,000.00

No comprovante colorido:

4.016.700,00

-1.000.000,00

-650.000,00

Não trabalho com isto, mas

Não trabalho com isto, mas sei que há maneiras, por meio de software, de se encontrar traços de edição em uma foto. Um software é capaz de encontrar bordas de edição caso um pedaço da foto tenha sido sobreposta por outra imagem que não pertença à foto. Isso só para falar de uma técnica. Não sei se é o caso aqui pois os erros de edição apontados já são suficientemente comprometedores até da competência de quem propôs a falsificação.

Não teve edição em documento

Não teve edição em documento original. Eles montaram em Excel e imprimiram. Ou seja, tudo é falso.

imagem de Rui Ribeiro

Rui Ribeiro

Onde se come, ficam migalhas

O que importam os fatos diante das convicções Parquetianas e Lavajatomorianas?

imagem de Brnca

Brnca

Caiu a coroa

O rei está nu !!!

imagem de Antonio Uchoa Neto

Antonio Uchoa Neto

Desdde o início da lavajato,

Desdde o início da lavajato, Sérgio Moro já teve seu caráter e atuação esquadrinhado de diversas formas: Messiânico, agente da CIA, reencarnação de Savonarola…

Eu, durante algum tempo, me enredei nessas tentativas de decifrar o juiz de piso, até constatar, vendo o depoimento de José Dirceu, que, embora comissionado por algum powers that be, tratava-se de um idiota.

Mas, com o surgimento dessas provas, e com o advento do Tacla Duran, vejo que as opções tornam-se mais claras, e, na verdade, resumem-se a duas, apenas: incompetente ou picareta.

Minha opinião: incompetentes são os procuradores e delatores, que, apesar dos cargos executivos e correspondentes salários e demais ganhos, não sabem manejar uma planilha de excel.

E picareta…