Delação detona Sistema S, por Esmael Morais

do Blog do Esmael

Delação detona Sistema S

por Esmael Morais

Nas vésperas de entrar em vigor a reforma trabalhista, o Sistema S sofre dois reveses: 1- a queda de Willian Waack, da Globo e 2- a delação de Renato Pereira na lava jato.

De acordo com delação homologada pelo Supremo, Renato Pereira, dono da agência de publicidade Prole, disse que ganhou a conta do Sistema S porque Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias de São Paulo, fraudou a licitação em 2015.

O Sistema S é mantido basicamente com recursos públicos e a farra desses empresários falidos, que não produzem um parafuso, encastelados nessas entidades, pode ser vista com outra fraude: a campanha “Chega de pagar o pato”, símbolo do impeachment de Dilma Rousseff.

Skaf queria a Prole porque sonhava em eleger-se governador de São Paulo ou vice-presidente da República, em 2018. Sonhava.

Em tempo: as teses escravagistas de Willian Waack, afastado pela Globo por racismo, são compartilhadas corrupto Sistema S; vide a reforma trabalhista e previdenciária, que põem fim a direitos fundamentais dos trabalhadores.

 

=======================================