Com nova reforma trabalhista, hospital cancela folga para quem trabalha em feriado

a
Jornal GGN – Imediatamente após o início da validação da reforma trabalhista, um hospital na zona sul de São Paulo decidiu emitir um comunicado aos seus funcionários de que, a partir de hoje (11), serão canceladas as folgas e remuneração em dobro até então garantidas pela CLT para aqueles que trabalham durante o feriado.
a
Assinado pelo Departamento Jurídico e Pessoal, o hospital Dom Alvarenga não perdeu tempo e passou a aplicar as novas liberdades facilitadas pela reforma trabalhista aos empregadores. A área da saúde será uma das grandes afetadas pelo fim da remuneração em dobro durante os feriados, uma vez que geralmente os médicos, enfermeiros e demais funcionários trabalham sob escalas de plantões.
a
O Dom Alvarenga tem cerca de 700 funcionários atuantes no hospital no bairro do Ipiranga. Já na noite desta sexta-feira (10) o comunicado foi fixado nas paredes do estabelecimento, sendo compartilhado nas redes sociais.
a
Nele, a direção usa como base o artigo 70 e parágrafo quinto do artigo 73 da nova lei trabalhista para determinar que “diante disso, a partir de 11 de novembro de 2017, o feriado trabalhado será considerado dia normal de trabalho, não dando mais direito a folga ou remuneração em dobro”.