Gleisi: Raquel Dodge tomou partido em favor de Moro

Foto: Agência Senado
a
a
Jornal GGN – A senadora Gleisi Hoffmann (PT) criticou nas redes sociais a decisão da Procuradoria Geral da República em pedir ao Superior Tribunal de Justiça uma investigação contra o desembargador Rogério Favreto, por ter concedido, durante o plantão do último domingo (8), um habeas corpus pela liberdade de Lula.
a
A chefe do Ministério Público Federal Raquel Dodge não pediu investigação, contudo, contra Sergio Moro, que em conluio com a Polícia Federal e outros desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, manobraram ao longo do dia para evitar a saída de Lula.
a
“Por que a PGR toma partido assim? Por que não investiga Moro, que, mesmo de férias, mandou desrespeitar uma decisão de instância superior, interveio administrativamente na PF, não observando o devido processo legal? Que é isso doutora?!”, questionou Gleisi.
a
Favreto já recebeu uma representação no Conselho Nacional de Justiça por conta do episódio. Lá, os deputados do PT também entraram com uma ação contra Moro por desobedecer um magistrado que está acima dele na hierarquia jurisdicional.
a
=============================

a